Lição de quê?

Segue uma história, baseada em fatos extremamente reais.

Aos oito anos, por causa de uma doença respiratória, um garoto de 8 anos encontrava-se em uma UTI pediátrica de um hospital particular. Estável, era tratado todo dia por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e auxiliares. A recuperação era lenta, mas viável.

Certo dia, despencou a reação do menino ao tratamento, e iniciou-se uma crise respiratória, esta com falta de ar. Precisou ser “entubado”, e respirava com a ajuda de aparelhos.

A mãe e o pai acompanhavam regularmente o estado do filho. Os médicos começaram a se preocupar com a situação e recomendaram alguns processos, dentre eles, que o menino recebesse sangue. O pai foi veemente em negar, dizia que a religião da família não permitia. Preferia ver o filho morto a vê-lo “infectado”.

Os médicos tentaram conversar com sua esposa. Ela demonstrava desespero frente ao dilema. Deixou claro que só não autorizaria o procedimento por medo do marido. Chorava muito quando estava só, mas não podia demonstrar qualquer fraqueza na presença dele.

O homem discursou sobre como seria inviável que qualquer médico passasse por cima de sua decisão. Não havia o que discutir. A diretoria levou o caso a uma juíza, em uma sexta-feira, sendo que na quinta o menino havia voltado a não depender dos aparelhos. Apesar da idade, sabia do que estava acontecendo, e dos motivos que o estavam impedindo de ser tratado. Sabia, mas não entendia. Chorou, pediu ao pai para viver, mas o pai insistia de que Deus “queria” que o filho fosse a seu encontro.

A decisão da juíza, que como era de se imaginar, favorável à transfusão, chegou na segunda-feira, um dia depois da morte do garoto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: