Comida sem maquiagem

Um projeto de lei (autoria de deputado Edmar Moreira, do PR-MG) pretende acabar com as imagens “meramente ilustrativas” nas propagandas e embalagens de produtos. As empresas seriam obrigadas a utilizar fotos reais do produto que vendem, deixando o consumidor ciente do que está comprando.

Os benefícios desta lei estão mais do que claros. Quem nunca se sentiu lesado por abrir uma embalagem e encontrar um alimento sem a boa aparência da propaganda? Um lanche desmontado com um pão amassado, uma pizza com apenas duas azeitonas (quando na embalagem aparecem oito) ou um rocambole  doce com uma camada de recheio em espiral, com espessura menor do que um milímetro (umas dez vezes mais fino que na embalagem).

Você pode pensar que as embalagens ficariam sem graça. Mas não! Elas podem continuar tendo seu apelo visual, artístico, através de desenhos, ou belos textos, mas não as fotos ou ilustrações que insinuem uma refeição perfeita, estimulando a salivação, preparando o olfato para um evento majestoso… que não virá.

Me permitam utilizar uma da embalgens mais antigas e mais comentadas, mas ela serve bem ao propósito a que se dispõe e não tem nenhuma imagem referente ao produto.  Tem um conceito artístico. A embalagem “se vende”, neste caso. O doce nem conta muito…

Imagino que o projeto encontrará muitos interesses contrários e percorrerá um caminho das pedras pra ser aprovado. Seria muito interessante assistir ao um fenômeno desses, confesso. Se depender do blog, damos total apoio.

McDonald’s que se cuide…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: